Imagem capa - Como escolher o melhor fotógrafo para o seu casamento por Elisson Andrade
Dicas

Como escolher o melhor fotógrafo para o seu casamento


Galera, não é raro ver uma grande confusão quando o assunto é “escolher o fotógrafo do casamento”. O pior é que tem um monte de matérias sobre isso na internet e, algumas delas, não são muito confiáveis e não respondem o questionamento.


As dicas aqui são válidas apenas para um tipo de casal: aquele que não quer viver remoendo o remorso por ter escolhido, sem pensar direito, o fotógrafo que registrou o casamento deles.


Pesadas as palavras? Imaginem essa situação:


Depois de casados, vocês estão ansiosos para ver as fotos desse dia tão sonhado. As fotos demoram 1 ano para chegar até vocês (1 ano!!! Para mim, isso é um absurdo, mas eu já vi comentários de uma noiva que passou por isso).

Aí, quando vocês recebem as fotos: um desespero total... fotos mal feitas, mal selecionadas, mal tratadas, 50 fotos de um mesmo momento... E aquilo que seria um momento de alegria, vira um tormento...


Aí, depois de um tempo, depois que você já esqueceu do fracasso das suas fotos, a sua amiga casa e escolhe outro fotógrafo (seguindo as dicas que vou passar agora)... E, menos de 1 mês depois de casada, ela vai na sua casa mostrar as fotos do casamento dela toda feliz, radiante, emocionada com as fotos...


Que situação, né?! =/


Então, para evitar remorsos, leia com carinho as dicas para escolher o seu fotógrafo de casamento (no fim ainda tem bônus   ):


1) O ESTILO FOTOGRÁFICO

Que tipo de foto vocês acham bonitas? Clássicas ou Jornalísticas? Neste momento você pode não saber o nome das coisas... Mas existem abordagens diferentes... a fotografia clássica é aquela bem posada, com todo mundo bem certinho na foto, enquanto a fotografia jornalística (ou fotojornalismo) é aquela que todos conhecem como: “foto espontânea”, sabe? Aquela que o fotógrafo fez, mas que ninguém viu na hora. É aquela que captura a verdade do momento.


Pois bem, ao meu ver (e isso é muito pessoal) o legal é conseguir aliar as 2 coisas.


Eu, como fotógrafo, penso o seguinte: minha melhor forma de enxergar o mundo é de forma jornalística, eu gosto e prefiro ver a realidade acontecer de forma natural, sem intervir no momento, sem pedir pose na hora do evento...

Porém é muito importante haver fotos bem feitas da forma clássica. Essas são as fotos que vamos dar pros pais, padrinhos, avós, etc... São “fotos de porta retrato”, daquelas que sua avó sempre tem em cima da estante... Por isso elas devem ser feitas com todo cuidado do mundo.


2) O OLHAR FOTOGRÁFICO

Ok, você decidiu qual tipo de fotos mais te agradam (clássica ou jornalísticas), porém dentro de cada estilo há olhares diferentes...

As pessoas são diferentes. Lemos, ouvimos histórias, assistimos a filmes, convivemos com pessoas diferentes, somos formados de forma diferente... Então, é natural que cada fotógrafo enxergue o mundo de uma forma diferente... É isso quer realmente diferencia um fotógrafo de outro...

Quando vocês decidirem qual Estilo Fotográfico mais lhe agradam, é hora de pesquisar quais fotógrafos acreditam nas mesmas verdades que vocês... É hora de ver se a forma que eles veem o mundo é parecida com a de vocês.


Tenham consciência: se um fotógrafo diz que pode fazer igual a outro, isso não é verdade! Podemos recriar fotos... Mas elas nunca serão iguais, pois cada fotógrafo tem seu estilo. Se ele diz algo diferente disso, desconfie firmemente!


3) O PREÇO (R$)

Ninguém aqui é criança (eu acho kkk). Todos sabemos o quanto podemos pagar e dinheiro é vital pra contratar qualquer fornecedor.


Pensando nos fotógrafos que escolheram, que atendem o estilo que vocês gostaram e que tenham um olhar que lhes agradem, é hora de pedir os orçamentos (acreditem, só de definir o estilo e o olhar, vocês já reduziram para 50% a lista de fotógrafos que vocês tinham no começo).

Converse com todos que vocês gostaram (pela internet ainda), expliquem como será o casamento e peça um orçamento (muitos não vão querer passar o preço de cara... aí vai de vocês aceitar isso ou não).


Com o preço em mãos, usem uma tabela e coloque o nome de cada empresa e o preço total de cada um (R$, grana, bufunfa, faz-me-rir).


4) O VALOR

Aqui está a jogada! Prestem atenção!

“Nem todo profissional que cobra bastante grana é caro!” Estranhou a frase?

Simples: as vezes, as fotos que são feitas pelo fotógrafo X (leiam Elisson Andrade) são tão “sua cara”, são tão “massa”, são tão f***, que o que ele custa (em R$) é muito pouco, perto do que as fotos dele valem (no seu coração), ficou mais claro né?


Agora pegue a sua tabela, olhe novamente os fotógrafos, e classifique os que você mais gostou, independente do preço! Apenas classifique!


5) A BALANÇA

Agora vem a parte chata.

Vocês tem que conciliar o que querem com o que pretendem pagar.

A briga na cabeça de vocês vai ser dura, mas a dica agora é: pegue a tabela, veja os mais bem classificados (no passo anterior) e veja o preço de cada um. Escolha os 3 primeiros classificados (em valor) que vocês conseguiriam pagar e marque uma reunião com eles!


6) CONVERSE PESSOALMENTE (OU VIA SKYPE/HANGOUT)

Agora, com a reunião marcada (se o fotógrafo for de uma cidade distante, o jeito vai ser via Skype ou Hangout), é hora de conhecer a pessoa por trás das fotos.

Por quê? Simples... as vezes as fotos são maravilhosas, mas a pessoa por trás da câmera é uma bosta, um cocô em forma de gente, arrogante, chato(a), indiferente...

Como seria a pessoa que você quer do seu lado no dia do seu casamento? Pense nisso, pois este profissional – diferente dos outros que você vai contratar, como de buffet, floricultura, banda, etc – estará com vc O DIA TODO. Imagine uma pessoa chata do seu lado, no dia do seu casamento, o tempo inteiro!


Pois é... Por isso, escolha agora qual pessoa mais lhe agrada!


Adivinha o que fazer? Coloque na tabela! Agora, classifique os 3 com quem você fez a reunião, pensando na afinidade que tiveram, na liberdade que sentiram junto com o profissional.


7) QUESTIONE TUDO

Pergunte sobre tudo que tenha dúvidas para os fotógrafos que decidiram fazer a reunião pessoalmente ou online.


Dúvidas sobre como é feito todo trabalho fotográfico e como são feitas/entregues as fotografias são comuns. O seu fotógrafo tem que estar apto a responder qualquer coisa que perguntarem.


É muito importante que não haja dúvidas entre vocês.


8) ASSINEM UM CONTRATO

Parece besteira ter que falar isso, mas um contrato é essencial, ok?

Tudo que foi prometido na reunião, tudo que foi combinado, tem que estar escrito no papel. Se o fotógrafo falar que não é necessário, desconfie e busque outro.


Elisson! Que massa! Só faltou a tal da tabela para comparar os fotógrafos!!!

Então... não falta mais... TOMA! CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD!

Curtiu? Clique aqui para pedir seu orçamento!

Vamos marcar uma reunião?!